Lição 1 – As disciplinas da vida cristã



INTERAÇÃO


Prezado professor, neste trimestre estudaremos “As Disciplinas da Vida Cristã”. São treze lições que tratam dos exercícios espirituais necessários ao pleno desenvolvimento de uma vida cristã madura, equilibrada e triunfante. O comentarista, Pr. Claudionor de Andrade, além de ser um dos mais respeitados teólogos do Brasil, é um piedoso servo de DEUS, conhecido por sua vida disciplinada e profundo amor a JESUS. Em suma, estas lições refletem a tônica da exortação de Paulo em 1 Tm 4.7: “Exercita-te a ti mesmo em piedade”. DEUS o abençoe!



I. O QUE SÃO AS DISCIPLINAS DA VIDA CRISTÃ
Há muitas disciplinas e práticas que nos ajudam nessa caminhada. Cito algumas apenas como exemplos que possam nos encorajar:
o estudo da Palavra; a leitura devocional; a leitura panorâmica da Bíblia; o tempo separado para oração compreendendo a adoração pelo que DEUS e, ação de graças pelo que faz, confissão pelo que temos feito, pedidos por nós e intercessão pelos outros; a oração que dura todo o dia; meditação; jejum regular, aprendendo com a renuncia e dependência de DEUS, também com uma intenção especifica (não como troca de favores) diante de DEUS; anotações de suas experiências com DEUS, num rico registro de nossa caminhada com Ele, altos e baixos, confissões, orações e louvores escritos; dias de descanso que também podem ser separados para planejamento e reavaliação de vida. Enfim, investir nessas e em outras disciplinas deve ter sempre a meta maior de conhecer a DEUS, seu caráter, seu poder, sua vontade, sua verdade, a fim de que possamos viver de acordo com essa verdade. Esse é o alvo e fim das disciplinas cristãs.

II. SÍMBOLOS DAS DISCIPLINAS DA VIDA CRISTÃ

Esta é uma pequena amostra dos subsídios para as revistas Lições Bíblicas. – Artigo extraído da revista Ensinador Cristão Nº 34 do 2º trimestre de 2008
Acerca das três figuras que melhor representam as disciplinas da vida cristã, observamos:
O soldado. Para que pudesse combater em prol de sua nação, o soldado precisava se submeter à dura realidade de sua nova vida: treinamentos constantes e perigosos, vigilância, coragem, espírito de corpo, aprendizado de técnicas de combate, primeiros socorros, como se orientar e andar em ambiente hostil e a superação do cansaço. Deveria saber utilizar com eficiência uma espada e um escudo, e também o arco e a lança. Esse homem defenderia sua pátria com todas as suas forças, e seria recompensado à altura: “Não havia dificuldade nos recrutamentos, pois os salários, aumentados pelos impostos locais, eram razoáveis – 1 denário por dia – a alimentação também era razoável – 900g por dia – e ao aposentar-se, cada soldado recebia um lote de terra, geralmente perto das fronteiras do império, onde sua experiência seria de extremo valor no caso de invasão” (Usos e Costumes dos Tempos Bíblicos, CPAD, pág. 296).

O atleta. O atleta deve ser uma pessoa disciplinada, dedicar seu tempo ao treinamento que lhe dará resistência e o fará conseguir chegar com sucesso a uma coroa. “Os gregos acreditavam que a saúde era tão importante quanto a educação. Na Grécia, havia quatro celebrações de jogos: Ístmicos, Nemeanos, Pítios e Olímpicos, sendo o último o mais importante e realizado a cada quatro anos… corridas curtas eram seguidas de outras longas e depois vinha o pentatlo, composto de saltos, corridas, discos, dardos e lutas. Havia também corridas de carro, boxe, corridas com armaduras e competições entre arautos e corneteiros. As regras para os competidores eram rígidas, e 30 dias antes dos jogos começarem eles se reuniam sob rigorosa supervisão: deviam exercitar-se regularmente, evitar excessos e obedecer a certas regras (1Co 9.25; 2Tm 2.5). Quando um evento terminava, um arauto proclamava o nome do vencedor e de sua cidade. O vencedor ganhava um ramo de palmeira, que mais tarde veio a ser a grinalda feita com folhas de uma oliveira sagrada (1ª Pe 5.4)”, (Usos e Costumes dos Tempos Bíblicos, CPAD, págs. 312-313).

O agricultor. O agricultor trabalha arduamente a fim de ver os frutos da terra. Precisa ser disciplinado para acordar cedo, trabalhar debaixo de sol ou de chuva, e paciente também, sabendo que é necessário que o tempo passe para que a terra dê seus frutos. “Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás”, Ec 11.1. Nos tempos bíblicos, o agricultor devia saber utilizar o arado, puxado por uma junta de bois, debulhar (separar) os grãos da palha, utilizar corretamente as provisões de água. Não era um trabalho como o dos nossos dias, onde a tecnologia tem facilitado o trabalho do campo com máquinas e outras engenhocas.


FIGURA

SIGNIFICADO

APLICAÇÃO

PRÊMIO

SOLDADO
Go to fullsize image

Disciplina na aflição
(1 Co 9.7a; 2 Co 10.3-5; Ef 6.10-17)

Resistência e perseverança no sofrimento

Aprovação


do
Comandante

ATLETA
Go to fullsize image

Disciplina no


cumprimento das regras (1 Co 9. 24-27)

Resistência e


perseverança no
que é reto

Coroa
da
vitória

LAVRADOR
Go to fullsize image

Disciplina na paciência e perseverança
(1 Co 9.7b,10-12)

Resistência e perseverança para colher os frutos

Resistência e perseverança para colher os frutos do labor
III. A EFICÁCIA DAS DISCIPLINAS DA VIDA CRISTÃ

As disciplinas cristãs são eficientes para que o crente seja vencedor nas lutas do dia a dia e para que seja um abençoador de todos os que o cercam.
É através da disciplina cristã que o crente se torna um vaso para honra e é usado para grandes obras do Senhor. Ser disciplinado implica em ser diferente, pois o mundo jaz no maligno e a grande maioria dos chamados “crentes” são apenas nominais e não cristãos parecidos com seu mestre. Seja fiel. lute contra seu maior inimigo, você mesmo.

Mensalão Cristão
Ficamos escandalizados com as notícias do suposto esquema do “Mensalão” – um artifício aparentemente utilizado pelo governo para ganhar a lealdade dos deputados da base governista por meio de pagamentos mensais de somas que totalizam valores astronômicos.
Porém, o que mais deveria nos escandalizar é o “Mensalão Cristão”. Você pensa que ele não existe? Está enganado!


Veja alguns exemplos do “Mensalão Cristão”:

– Toda vez que um cristão vai ao culto por obrigação
– Toda vez que um cristão contribui por obrigação, medo ou apenas costume
– Toda vez que um cristão canta sem prestar atenção na letra
– Toda vez que um cristão vai ao culto apenas para tomar a Ceia
– Toda vez que um cristão faz alguma coisa esperando algo em troca por parte de DEUS
Sim, pagamos o “mensalão” a DEUS para que Ele seja leal conosco, nos abençoe durante a semana e atenda a nossos pedidos de oração. Sim, pagamos o “mensalão” a DEUS para Ele que nos proteja do mal, nos arrume um emprego, cure um parente…
A contabilidade desse “mensalão” será conhecida no Dia do Juízo. Suas mãos estão limpas?
“Portanto, considere a bondade e a severidade de DEUS: severidade para com aqueles que caíram, mas bondade para com você, desde que permaneça na bondade dele” (Rm 11.22).


O Velho Carpinteiro

Um velho carpinteiro estava para se aposentar. Ele contou a seu chefe os seus planos de largar o serviço de carpintaria e de construção de casas e viver uma vida mais calma com sua família.
Claro que ele sentiria falta do pagamento mensal, mas ele necessitava da aposentadoria. O dono da empresa sentiu em saber que perderia um de seus melhores empregados e pediu a ele que construísse uma ultima casa como um favor especial.
O carpinteiro consentiu, mas com o tempo era fácil ver que seus pensamentos e seu coração não estavam no trabalho. Ele não se empenhou no serviço e se utilizou de mão de obra e matérias primas de qualidade inferior. Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira.
Quando o carpinteiro terminou seu trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro. “Esta é a sua casa”, ele disse, “meu presente a você.”
Que choque! Que vergonha! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relaxado. Agora ele teria de morar numa casa feita de qualquer maneira.
Assim acontece conosco.
Nós construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais que agindo, desejando colocar menos do que o melhor. Nos assuntos importantes nós não empenhamos nosso melhor esforço. Então, em choque, nós olhamos para a situação que criamos e vemos que estamos morando na casa que construímos.
Se soubéssemos disso, teríamos feito diferente. Pense em você como o carpinteiro. Pense sobre sua casa. Cada dia você martela um prego novo, coloca uma armação ou levanta uma parede. Construa sabiamente. É a única vida que você construirá.
Mesmo que você tenha somente mais um dia de vida, este dia merece ser vivido graciosamente e com dignidade. A placa na parede está escrito:
“A vida é um projeto de faça você mesmo.”
Quem poderia dizer isso mais claramente? Sua vida de hoje é o resultado de suas atitudes e escolhas feitas no passado. Sua vida de amanhã será o resultado de suas atitudes e escolhas que fizer hoje. Autor: Desconhecido.
Moral da história. Você colhe o que planta.


O CARPINTEIRO DE NAZARÉ

A profissão de terrena de JESUS era carpinteiro, sua especialidade espiritual é ser carpinteiro de almas.
O carpinteiro encontra uma árvore caída, leva-a para sua marcenaria.
A árvore tem galhos, espinhos, nós e casca grossa.
O carpinteiro retira os galhos, limpa a árvore de todos os espinhos, lixa os nós, tira a casca e aplaina toda a madeira.
Serra, corta, lixa, enverniza, etc…
Faz um lindo móvel e onde tinha nós aparece agora lindas flores.


JESUS, nossos carpinteiro, nos recolheu do mundo onde estávamos caídos e nos levou para sua casa, a igreja.
Nós estávamos cheios de galhos de pecado, de espinhos de inimizade contra DEUS e seu povo, nós de feiúra espiritual e nas feições, éramos verdadeiros cascas grossas de maus-tratos.
O carpinteiro JESUS nos limpou e purificou de todo pecado, nos deu aparência de filhos de DEUS, nos deu amor, nos deus pais, mães e irmãos na casa do Senhor, nos concedeu o ESPÍRITO SANTO e nos reconciliou com o PAI.
Antes olhavam para nós e não viam beleza nenhuma, agora somos a imagem e semelhança de DEUS.
Que trabalho de carpinteiro!
Anúncios

Sobre Pb. Andre Magalhaes

Meu Senhor é Jesus
Esse post foi publicado em Escola dominical. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Lição 1 – As disciplinas da vida cristã

  1. Ednalva disse:

    Como é gratificante ler através deste ensino que o Senhor nos dar sempre oportunidades de revermos a nossa vida cristã, de sabermos que temos que cada dia melhorar a nossa caminhada com Cristo, pois o retorno que teremos será somente o que plantamos ao longo da nossa caminhada. Que o Senhor continue abençoando poderosamente este ministério.

  2. sergio de assis disse:

    muito bom

  3. continuem fazendo o vosso trabalho é que o Deus de paz, e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, seja convosco sempre…

  4. nilza aquino disse:

    Gosto do ensino, recheado de ilustrações bem colocadas. Deus abençôe para que continuemos recebendo essas pérolas de grande valor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s